Mandatários da Campanha

  1. Início
  2. Mandatários da Campanha
Adelaide Grácio dos Santos - Mandatários da Campanha

Adelaide Grácio dos Santos

Mandatária de Campanha

Pela enorme paixão por Alvaiázere e pelas suas gentes, aceitei com imenso orgulho o convite para ser Mandatária do Movimento Independente “Vamos Alvaiázere!”.
Aceitei, pois gosto realmente desta terra, que com os seus encantos e desencantos, virtudes e defeitos pois sinto-me, juntamente com a minha “costela” africana, muito orgulho em ser Alvaiazerense ou não fosse esta a terra dos meus avós e dos meus pais que me educaram.
Aceitei, porque acredito no valor da independência e da liberdade de pensamento e também pelo desafio de ideias novas para a terra onde cresci, trabalhei e constituí família e onde eduquei os meus filhos com humildade e gratidão pela “sorte em viver aqui”!
Aceitei, porque acredito na capacidade e no mérito desta equipa liderada pelo Professor António Cardo, e aceitei sobretudo como diria, o poeta e autarca do nosso tempo e da nossa terra, o Dr. Filipe Antunes dos Santos:
“…Quero voz neste Povo de que vim,
mas a voz que não seja o cantochão
da má sorte, do fado arlequim
que mirrou tantos anos este chão!…”
“…Quero a voz deste Povo respeitada
Nas promessas de sangue e de esperança,…”
Duas palavras sobre dois amigos Alvaiazerenses e cabeças de lista deste Movimento Independente “Vamos Alvaiázere!”: uma sobre o António Cardo, candidato a Presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere e outra sobre o Bruno Furtado de Sousa, candidato à Presidência da Assembleia Municipal de Alvaiázere.
Ao António Cardo, agradeço a sua disponibilidade e coragem para enfrentar este desafio em prol de Alvaiázere. Sei que tem as qualidades requeridas para o projeto e sobretudo aquela ligação afetiva a este território onde cresceu. A sua ligação às artes, e mais concretamente à música, é algo que também vejo como muito positivo neste empreendimento. A sua capacidade de liderar e trabalhar em equipa é também uma qualidade que conheço desde a formação do coro “Alva Canto” e da escola de música em Alvaiázere, há já alguns anos.
Ao Bruno Furtado de Sousa, agradeço de igual modo a coragem e a disponibilidade para este desafio. Conheço bem as suas qualidades de trabalho, entrega e sensibilidade para causas diversas, com especial enfoque para as causas sociais. A sua capacidade de liderança e gestão também são evidentes pontos fortes, que obviamente, contribuem inequivocamente para o bom desempenho desta equipa.
Assim, acredito no objetivo comum desta equipa que está unida na sua diversidade; porque confio nas potencialidades dos resultados que se constroem em conjunto, no respeito pelo que nos diferencia, valorizando o que nos une.
O que nos une, nesta candidatura, é o bem comum, o melhor para Alvaiázere.
Por isto tudo e muito mais que aqui não cabe agora, mas em que acredito e confio, Vamos Alvaiázere!

Edgar Garcez

Edgar Garcez

Mandatário Financeiro

Alvaiázere é a terra que me viu nascer e da qual me orgulho fazer parte. Entre vales e montanhas, aqui podemos encontrar um paraíso que devemos preservar. Podemos viver sem o stress das grandes cidades, respirar ar puro, colher aquilo que plantamos, alimentarmo-nos de forma mais equilibrada e desenvolver relações de proximidade, onde todos se conhecem e se preocupam com o bem comum, contribuindo deste modo para a construção de uma vida de qualidade, que tanto carateriza a alma do nosso concelho.
Dando ênfase às pessoas, aproximando miúdos e graúdos, acredito que podemos fazer mais por Alvaiázere. A experiência dos mais velhos, as suas histórias e desafios ajudam-nos a traçar novos rumos.
Desde pequeno que sempre gostei de escutar e de ajudar a resolver problemas. É por isso que hoje estou aqui e me interesso pela política, pois vejo-a como um meio de harmonizar as diferenças que existem na sociedade e de satisfazer as necessidades das pessoas.
Depois de longa ponderação foi fácil aceitar o desafio que me foi proposto pelo Movimento Independente “Vamos Alvaiázere”. É com todo o gosto que dou o meu contributo para a concretização da sua visão e missão, nomeadamente em termos financeiros que é a área em que trabalho e na qual me sinto mais confortável.
Na minha opinião, dois dos grandes pilares que destaco no Movimento Independente são a simplicidade e a transparência, pois independentemente da idade, profissão, género, etc… encontro pessoas interessadas em dar voz aos Alvaiazerenses a fim de recolher ideias que possam contribuir para o desenvolvimento de Alvaiázere, e com pré-disposição para inovar e dar resposta a projetos ainda não concretizados.
Com o desejo de ver crescer Alvaiázere, entrego-me ao serviço público por Alvaiázere, de alma e coração.
Podem contar com o meu trabalho para que a nossa terra frutifique, possa atrair mais residentes e criar condições para que os nossos jovens queiram ficar e lutar nesta e por esta terra de encantos.
Vamos Alvaiázere!

Vitória Martins

Vitória Martins

Mandatária da Juventude

Maçãs de D. Maria é uma terra encantadora, freguesia do concelho de Alvaiázere, a que, com muito orgulho chamo de casa. Foi aqui que dei os primeiros passos e é aqui que vivo e criei o meu posto de trabalho. Desde cedo, por volta dos 16 anos, percebi que só por meio do trabalho e dos estudos conseguimos concretizar os nossos sonhos. Por isso, comecei por trabalhar nas férias de verão e fazer algumas economias que, mais tarde, me ajudariam a abrir o meu primeiro negócio. É assim que nasce Saúde e Bem Estar, um centro de estética que dedico às pessoas da minha terra e onde ocupo grande parte do meu tempo.
Acredito que também o futuro de Alvaiázere passa pela força do trabalho e pela capacidade de superação, atitudes que valorizo e reconheço na equipa e no projeto do Movimento Independente “Vamos Alvaiázere!”. É por isso que, depois de uma análise séria e ponderada, aceitei o desafio para mandatária da juventude da nossa terra. É com todo o gosto que dou o meu contributo para a concretização da visão e missão que esta equipa desenha para Alvaiázere. Aprecio e identifico-me com a postura assumida de diálogo com as pessoas, porque no final de contas, se queremos servir bem os Alvaiazerenses temos de perceber quais os seus sonhos, desejos e necessidades.
Podem contar com o meu trabalho, a minha garra e a minha determinação para ajudar a fazer de Alvaiázere um lugar com a melhor qualidade de vida da região, capaz de atrair os jovens e de os levar, como eu, a eleger Alvaiázere como a casa do meu coração, o lugar onde quero ficar e onde quero ser feliz.
Vamos Alvaiázere!

Menu